VAMOS REDUZIR A NOSSA PEGADA HUMANA!..........
VAMOS COMER OS PRODUTOS SÓ NA ÉPOCA EM QUE SÃO PRODUZIDOS !..............................................
VAMOS TODOS SEPARAR O LIXO E FAZER A RECICLAGEM!

sábado, 25 de julho de 2015

Sopa Japonesa parte 1

Em primeiro lugar devo dizer que não havia ninguém que me levasse a comer comida Japonesa, não podia ouvir falar em peixe cru, sushi, sashimi, nem em nada dessas coisas que ficava agoniada mas, como só os Burros é que não mudam de opinião....
Eu mudei! Mudei de tal maneira que me apaixonei pelas sopas. Há tempos vi um filme em que uma jovem vai ter com o namorado ao Japão, quando lá chega descobre que ele tem outra e fica muito triste, aluga um quarto numa rua onde há um restaurante que detém o prémio da melhor sopa da cidade. Esse prémio é atribuído através de uma competição, que se realiza todos os anos, acontece que esse restaurante, está prestes a perder o prémio, porque o cozinheiro não tem um aprendiz e é obrigatório ter, para que possa passar o conhecimento, se não perde o direito de participar na dita competição. É nessa altura que ela, que tem vindo a apreciar a maneira como o chefe faz a sopa, se oferece para ser sua aprendiz....
 Ora como eu estava em mudança de opinião e lembrei-me do filme, resolvi experimentar e pus mãos à obra.
Primeiro fui à net procurar sopas Japonesas, depois de ver vários vídeos no youtube, de associar com as ideias que eu tinha do filme e de fazer uma visita ao super mercado Japonês, lá me aventurei e não me sai nada mal.
Devo também confessar que não me aventurei assim tanto, tipo, coisas que não conheço? Não, ai tenho ido com calma, dai o titulo (Sopa Japonesa parte 1) porque hão-de vir mais
 Então vamos lá, eu bem queria fazer um video mas, ainda não convenci o meu marido a ajudar...
Como leva muitas coisas e eu depois esqueço-me do que pus, resolvi tirar a foto com tudo o que leva!
 Preparei todos os ingredientes, como se pode ver as quantidades são pequenas, não pesei, nem medi nada.
Receita
Ingredientes para 4 pratos
Toucinho fresco ou curado, tanto faz, também não é preciso muito
Cogumelos frescos, courgete, cebola, alho, cenoura, gengibre, alho francês, mangericão, massa de pimentão, azeite, sal, pimenta, um caldo de carne, água quente.
Algas (comprei, são secas, tem que se por de molho)
Massa de arroz
Preparação
Começo por por ao lume um recipiente com 2L de água, ou mais, para estar bem quente na hora de utilizar, esta vai dar também para cozer a massa
Coloco na panela, um fio de azeite e refogo por ordem. O toucinho, depois a cebola, o alho, o gengibre, sempre misturando e com intervalos pequenos, depois o alho francês, a cenoura, os cogumelos, a courgete, a massa de pimentão e o caldo de carne dissolvido em água quente, finalmente a pimenta e só depois de provar é que ponho o sal, não esquecer que a massa de pimentão e o caldo são salgados.
Cubro com a água a ferver e junto as algas, deixo cozer 30m
Entretanto na água que sobrou, cozo a massa de arroz, ela só ferve uns 3 a 4m
Por fim junto a massa ao preparado anterior, rectifico as quantidades de água a gosto e finalmente o mangericão, só depois desligo o lume.
Serve quente!

domingo, 5 de julho de 2015

Fruta madura, fruta colhida!

Ontem fui ao quintal apanhar a fruta, é claro que também fui ver as netas...
Ou seja, realmente eu fui foi ver as netas e apanhar a fruta, literalmente por essa ordem, ainda pensei que a Lia me queria vir ajudar como sempre tem feito, nos anos anteriores mas, não deu, tive que apanha-las sozinha!
As ameixas estão magnificas, grandes, doces, muitas e no ponto... apanhei quatro caixas, nunca tinha dado uma produção tão grande, está visto que eu sei mesmo podar e bem!!
Tirei esta foto antes de colher por achar que estavam tão lindas...
 Os phizaliz! Que dizer dos phizaliz, são tantos, tantos que depois de apanhar uma caixa o chão ficou coberto deles.
Conforme vou colhendo os outros vão caindo, a certa altura abanei o arbusto e a caixa ficou cheia...
 ...se tivesse quem me ajudasse tinha apanhado outra caixa mas, estava cansada de andar de gatas debaixo do arbusto, ainda parti vários ramos, não é fácil colher estes frutos!!

Os alperces, são lindos e estavam já a ficar maduros de mais, muitos deles já estavam no chão o que acaba por ser um prejuízo, é o que dá estar longe!!
No entanto são rijos, muito saborosos e doces, muito doces..
Já os figos nem os vi, aquela figueira é para cortar e fazer lenha para queimar... Os figos mal amadurecem caem todos, o chão estava coberto deles, na árvore nem um maduro
Pronto, do jardim falo amanhã, ou talvez não, o quintal está uma desolação e nem quero pensar muito nisso mas, o jardim está muito bonito, quer dizer as plantas porque o jardim em si está abandonado também!!....

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Oregãos

Este pé de oregãos foi-me dado pela Elsa do João Campos um dia em que fui a casa deles.
Era um pezinho pequenino, até eram dois mas, um deles morreu, este cresceu devagar, cresceu à vontade dele, nunca pus fertilizante ou outra coisa qualquer...
 ...Aqui para nós, rego sempre com água que guardo na banheira cada vez que tomo banho, ou seja ele gosta do meu ADN e do gel duche que uso, é do Lidl, quase sempre...
 ... enfim, esta conversa é mesmo só para encher chouriços, mas digam lá se não está lindo, exuberante, magnifico, perfumado, (pois isso não conseguem sentir) e lindo, prontes isso já disse, éh éh éh éh....
...Obrigada Elsa por este lindo presente

domingo, 26 de abril de 2015

Doce de morango 2015

Como se pode ver pela foto, a minha cozinha é muito pequenina mas, isso não impede de fazer coisas grandes. Ainda ontem foi palco de 150 croquetes para um famoso snak-bar de Lisboa e todas as semanas a coisa se repete; com rissóis, chumaças e outras coisas parecidas...
Todos os anos faço doces de; tomate, morangos, abóbora, courgeet, etc Este ano não é excepção...
 ... Como estava dizendo, ontem trabalhei muito na cozinha, depois dos croquetes foi a vez do doce de morango mas, por volta das 21h estava de rastos, assim desliguei o fogão apaguei a luz e não fiz mais nada.... (nem arrumei a cozinha) isto é segredo chiuuu!
 ... hoje comecei por limpar o fogão e lavar a bancada, acender o lume e começar, estava decidido que íamos almoçar fora, por isso lá avancei; procurar no sótão pelos frascos, lava-los, esteriliza-los, enquanto o doce continuava a ferver nas calmas...
 ...encher os ditos frascos, fechar bem e virara-los de cabeça para baixo, agora na vinda do almoço foi só pôr as etiquetas e arruma-los muito arrumadinhos no armário longe da luz
Prontes, está feito!!

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Trepadeira e uma descoberta na cozinha

Até já me disseram que é uma erva daninha, pode até ser, eu tenho uma queda por ervas daninhas, não sei é algo que não consigo explicar!....
A verdade é que esta trepadeira está comigo há anos, (tenho duas qualidades) e na primavera é sempre uma emoção quando começam a abrir os novos rebentos, em duas semanas fica toda cheia de folhas e rebentos novos. Tenho até que lhos ir cortando, se não sobe pela parede e vai parar à clarabóia
Sábado 

Terça feira

Quinta

Domingo

uma semana depois
 Esta estrela de massa folhada que descobri na semana passada graças à minha amiga Pinta Roxa é uma maravilha, simples e deliciosa....

Receita, já sei que vão pedir, eu também pedi...
3 bases de massa folhada
1 frasco de nutela, eu prefiro choco-creme do Lidl
Depois é ir ao google e pesquisar, estrela de Nutela e pronto...
Prometo que não se vão arrepender, mmmmh!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Sexta feira santa, Pascoa ( töltött káposzta)

Hoje foi dia de receber amigos, foi dia de cozinhar coisas que normalmente não se cozinham....
Resolvi convidar uns amigos que raramente vêm a minha casa, para isso fiz uns petiscos diferentes.
Bola de carne
 Fiz uma bola de carne cuja receita foi  inspiração de varias receitas, devo dizer que estava muito boa.
Para prato principal fiz um prato Húngaro (töltött káposzta) 
 Carne picada de vaca e de porco em partes iguais e arroz, temperada com sal, pimenta, colorau (páprica), alho, salsa, banha de porco.
Fazem-se umas bolinhas que depois são enrolados em folhas de couve lombarda ou Coração
 Colocam-se num tacho, neste caso um tacho de fundo térmico, pode ser também um pirex ou tacho de barro, convém acomodar muito bem os rolinhos com as sobras da couve. como tem arroz cru, deve-se colocar água suficiente para cozer o arroz.
Tempera-se com calda de tomate, tomate, cebola, azeite, sal, pimenta, mais colorau, (pimentão doce) ervas aromáticas, salsa, alecrim, salva...
 ... leva-se ao lume a cozer pelo menos 30 a 40 minutos em lume brando, sempre vigiando para não faltar água
Receita aqui na Wikipédia com tradução bastante duvidosa mas que dá para o gasto

Bom apetite....

domingo, 29 de março de 2015

Noticias do quintal

O quintal está em standby, não faço lá nada há muito tempo, sempre que lá vou é só para manter algumas coisas, de forma a não ficar uma selva que me invada a casa...
Cuidei do jardim na frente da casa, cortei a relva, mondei os espargos e pouco mais, ao quintal nem fui fazer nada ...
 Ora então vamos lá às novidades; as laranjas continuam a comer-se cada vez mais doces e ainda lá ficaram bastantes, os phisaliz  estão carregados, temos comido muitos, há imensos no chão e a planta está cheia de flores, quanto aos espargos foi com gosto que fiz uma travessa deles para o jantar....
 ... da primeira planta, apanhei os mais grossos, das outras plantas apanhei mais alguns bastante razoáveis, depois da foto ainda fui dar uma volta e apanhei mais alguns, que não tinha visto da primeira vez.
É estranho, como há muitas ervas daninhas, é preciso muita calma e atenção para conseguir vê-los todos, até parece que se escondem de mim mas, acabou por dar uma travessa cheia e que bons que são.
 As árvores que podei da ultima vez estão cheias de flor, o que prenuncia boas frutas, a contar pelas flores vamos ter muitas ameixas.
Este aqui é um feto que semeei num vazinho, umas sementes que apanhei no Monsanto, agora está enorme e lindo o que faz com que este recanto do jardim fique bem composto, daqui a pouco tapa a tampa do esgotos...