VAMOS REDUZIR A NOSSA PEGADA HUMANA!..........
VAMOS COMER OS PRODUTOS SÓ NA ÉPOCA EM QUE SÃO PRODUZIDOS !..............................................
VAMOS TODOS SEPARAR O LIXO E FAZER A RECICLAGEM!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Barritas energéticas

Vamos fazer barritas energéticas para usar nas provas mais longas onde; o magnésio, o açucar e o sal são essenciais para a sobrevivência, para além de outras coisas
Este é o aspecto com que ficam depois de embrulhadas com plástico e fita cola, dá trabalho mas vale a pena
                              
 Os frutos secos depois de triturados, é importante a farinha ficar bem fina, porque na hora de ingerir, quanto mais fina for. mais fácil é de assimilar pelo organismo...
Ora então vamos lá;
Não têm que ser exactamente estes frutos, podem variar conforme o gosto ou preferências, pode juntar passas de uva, de pêssego, de figo, ou outros frutos secos, eu fiz assim porque calhou, talvez para a próxima varie um pouco...

- 1 chávena de chá de cada;
castanhas do Maranhão (ricas em magnésio)
nozes
avelãs
tamaras
amêndoas
banana seca (rica em magnésio)

- 1 chávena de café de cada:
 coco ralado (energia pura)
 sementes de girassol
sementes de linhaça (anti inflamatório)
bagas de góji

- 1 tablete de chocolate de cozinha
- 1 colher de sobremesa de sal
- 2 colheres de sopa de açúcar (energia pura, na hora vai ser essencial)

Ralar todos os frutos secos e as sementes na 123 ou na Bimby, de maneira a ficar o mais possível parecido com uma farinha, (quanto mais fina ficar esta, mais fácil será de assimilar na hora de comer)
Derreter em banho/maria, o chocolate, o açúcar e o sal.
Depois juntar a farinha ao creme de chocolate  (já fora do lume) e misturar muito bem de forma a poder moldar as barritas.
Colocar esta pasta que tem que estar bem homogénea, numa pedra mármore ou num tabuleiro de vidro (pyrex) e calcar bem com as mãos até fazer uma placa mais ou menos de 1 ou 2 cm, cortar na medida que quiser e deixar arrefecer de preferência no frio.
Pode também fazer em forma de bolachinhas ou biscoitos, aqui fica ao vosso gosto.
Para terminar é só embrulhar ou não, pode simplesmente levar assim embrulhadas em alumínio ou até num guardanapo.
Como esta receita dá uma quantidade razoável convém guarda-las no congelador e só retirar no dia das provas. Porque os frutos secos têm muita gordura, nunca ficam secas, nem estaladiços... e ao guardar fora do frio têm tendência a ganhar ranço...

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Minguante, Fevereiro, boa altura para fazer as podas

O quintal anda anbandonado, não tenho feito nada no que diz respeito à horta... este ano não há alhos, cebolas, couves ou outra coisa qualquer, se as coisas começarem a correr bem talves lá para a primavera.. se!?
Parece o salgueiro zorzidor do Harry Poter
 Agora as árvores têm que ser tratadas, não podem crescer indiscriminadamente, se não fica uma selva, já bastam as ervas daninhas...
 ...e o musgo nos troncos? Não sei que fazer, tentei tirar mas, depois pensei que aquilo pode ser uma proteção, os troncos são tão grossos...
 Enfim, trabalhei todo o dia, podei as macieiras, a Gingeira que nunca deu nada, já lhe disse "se não deres nada este ano, corto-te"  o loureiro, as ameixoeiras, os kiwis e o pessegueiro que também nunca tinha dado nada, só deixei o tronco....
 ... cortei a lenha, fiz uns molhinhos para depois meter no forno e cortei os troncos, arrumei tudo no síto e fiquei muito satisfeita. No ano passado a lenha ficou espalhada por todo o lado o que acabou por ser muito chato.
Como já disse em anos anteriores, não sei se sei ou não podar mas, corto, corto tudo o que eu acho que está a mais. No que diz respeito às ameixas posso dizer que desde que faço a poda elas crescem muito mais, dá menos quantidade, é verdade mas, são grandes, doces e um expetaculo!!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Albernós para surfistas

Aqui há tempos o meu filho pediu-me para ver se lhe conseguia fazer um capote para poder mudar de roupa na praia, em publico e sem apanhar frio, pelo menos no inverno...
Ele faz surf e o problema que ele tem é precisamente o frio, na hora de tirar o fato, é uma labuta, para despir o fato de surf que é apertadissimo e conseguir vestir-se o mais rápido possivel sem apanhar muito frio...
 ... seguindo o meu instinto de atleta que sempre mudo de roupa, depois de acabar as provas e os treinos, porque arrefeço muito rápido e não posso apanhar frio... e... é preciso um sítio mais ou menos discreto, apesar de eu não ligar muito a isso... normalmente fecho os olhos, tiro a roupa de correr e visto a outra sem nunca os abrir... tipo avestrus, eu não vi, ninguém viu, certo??
Então! Como estava dizendo... peguei em duas toalhas já velhotas e pus mãos à obra. Cortei em panos para conseguir aumentar a possiblidade de fazer os movimentos dentro do capote, interliguei para combinar as cores, deixei umas aberturas para as mãos poderem enxugar o corpo, puxar o carapuço e secar a cabeça...
 ...e acho que o resultado até que foi bom...
Agora acho que tem um problema, como é tecido de toalha, ficou muito grosso e muito pesado, esta ideia tem que ser concebida com um tecido mais leve mas que tenha a mesma função, (secar e proteger do frio)
Estou aqui a pensar em microfibras, depois vou tentar fazer um para mim e digo qualquer coisa, me aguardem!

Modo princesa

Modo guerra das estrelas

sábado, 24 de janeiro de 2015

Pão com imaginação

Este blogue anda meio parado, porquê? perguntarão, anda meio parado porque, não tenho ido ao quintal, não tenho custurado, não tenho tido muita motivação... mas hoje? hoje acordei com a imaginação a fervilhar....
 ...vou fazer pão mas, não vou fazer um pão qualquer, vou fazer o pão com o qual sonhei. Será que vai sair bem? será que vou estragar farinha como da ultima vêz? Não sei , só experimentando....
 ... então juntei em cima da mesa; farinha sem fermento, farinha com fermento, levedura de cerveja, fermento, sal, aveia, farelo e flor de sal. Depois foi só juntar água morna e amassar tudo muito bem, trabalhei a massa durante doze minutos e pus a levedar....
 ... esperei duas horas, sempre espreitando mas, a massa não subia, já estava a ficar nervosa:
- Será que se vai estragar tudo outra vêz? nunca mais faço pão, bolas!...
Ao fim de uma hora e quarenta e cinco liguei o forno, quando já estáva bem quente, tendi a massa e enrolei-a em sementes de girasol, pus no forno mas, a massa não subia estava a ficar no fundo do forno em vêz de crescer. - Ca*** vai ficar uma m*** ai!!! que nervos, saí da cozinha a praguejar....
Passaram vinte minutos, fui espreitar e voilá!! ficou baixinho sim mas, está magnifico, saboroso e lindo, um bocadinho cozido de mais porque deixei o fogão no maximo mas, nada de mal, eu gosto do pão bem cozido!!

domingo, 4 de janeiro de 2015

Quem é vivo sempre aparece

Tinha perdido o meu blogue >> Diario de treinos<< hoje assim sem mais nem menos descobri-o...
Aqui fica o linque para o visitar e recordar quando me der na gana
http://diariodetreinos-horticasa.blogspot.pt/

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

10 anos de bicicleta em Lisboa

Há mais de 10 anos que ando de bicicleta em Lisboa!...
Desde que passei a ser porteira numa famosa avenida de Lisboa, que passei a fazer tudo de bicicleta; para ir fazer compras, para ir a consultas, ou simplesmente para dar recados....
 Durante os ultimos 10 anos, que raramente andei de transportes publicos dentro de Lisboa e nunca de carro... Até quando chove é mais pratico!
Agora que está na moda andar de bicicleta, que toda a genta fala disso, que tanta gente diz que é ecológico e tal!...
Não preciso de capacete, de roupa especial ou outra coisa moderna que agora inventam para fazer figura de atleta.
Continuo a andar de bicicleta, como sempre fiz desde que tirei a licença quando tinha 16 anos.
Nessa altura era para ir trabalhar, agora é para fazer o que for necessario!!
 Tenho imensso orgulho desta minha maneira de estar, não tenho medo de andar na estrada, de passar pelas rotundas, que não são nada faceis de fazer, nem sequer dos taxcistas que são os piores amigos dos ciclistas... resolvem acionar a buzina mesmo em cima de nós, é cada susto!!!
 As fotos claro, foram tiradas propositadamente mas, vinha a chegar das compras e falam verdade!
Pronto aqui fica mais uma amostra daquilo que eu sou!
Este blogue já fez cinco anos no passado dia 1-12-2014 e cá vai continuar por mais alguns...
FELIZ ANO NOVO para todos os que me visitam

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Acabado de ler

Acabado de ler e ainda a digerir, isto para quem corre como eu, leva um bocado...
Bem escrito como sempre, Murakami leva-nos a um mundo diferente do nosso. Como numa viagem, vamos com ele para as maratonas desse mundo, para mim desconhecido mas, que nos faz sonhar...
A pesar de cada um ter uma experiência diferente no que toca ao acto de correr, posso dizer que este retrato sobre a corrida não pode de jeito nenhum ser levado a sério, não como ensinamento.

...Quando falei pela primeira vez aos Gregos acerca do meu plano para correr sozinho de Atenas até Maratona, todos me disseram a mesma coisa: (isso é completamente insano.ninguém no seu perfeito juízo se lembraria de semelhante coisa)
Antes de ali chegar, não fazia ideia do calor característico do Verão grego,o que explicava as razões do meu franco optimismo. Tudo que tinha a fazer era correr quarenta e dois quilómetros, mais nada, pensava eu, e só tinha que me preocupar com a distancia. Nunca a questão da temperatura fora sequer levantada.
Assim que cheguei a Atenas, o calor que se fazia sentir na cidade era de tal forma insuportável que comecei logo a ficar com os nervos em franja....

...Já como leitura é altamente recomendado, fica-se a conhecer o homem e o escritor para além do maratonista...